BAR FC

Futebol tem disso

Compartilhar
BarFC

BarFC

Mineirao

Festa cruzeirense no Mineirão. (foto: Luisinho Moura/QuattroBrasil)

O Cruzeiro foi, merecidamente, campeão da CB 2017. Numa final equilibrada, venceu nos pênaltis o Flamengo. Flamengo que tem a maior receita entre todos os clubes da América do Sul e, no gol, um Muralha. Com todo o respeito, não é goleiro para o Flamengo, que pode ter qualquer um dos cinco melhores goleiros do Brasil. E Muralha, deste Flamengo endinheirado, não está nem entre os top-10.

Já o Cruzeiro, que está “na beira beira do caos”, como diria o poeta Ney Franco, tem Fábio como goleiro. Este, top-5 no Brasil há uns 10 anos. E é top-5 num clube que deve mais de R$500 milhões. O estrago, em grande medida, deixado por Alexandre Mattos, hoje diretor de futebol do Palmeiras. Verdade que ele também montou o time mineiro que conquistou dois brasileiros seguidos.

Matos saiu de Minas e, acredito, pode ser bi-campeão brasileiro pelo Palmeiras. É, isso mesmo. Como na vida, o futebol obedece tendências, de subida e de queda. E a tendência do Palmeiras é de subir. Tem dinheiro, plantel e treinador. Cuca está em alta.

Cuca que já treinou o Cruzeiro. Foi vice-campeão brasileiro em 2010. Saiu como pé frio para, três anos depois, conquistar a Libertadores pelo Galo. Galo este que tomou de três do Vitória no Horto, casa do América Mineiro, onde começou o senhor Mattos. Mattos que de lá, do Coelho, foi para o Cruzeiro, super endividado, hoje campeão da CB 2017.

É a bola.

João Paulo Oliveira, baiano, empresário, torcedor do Vitória.

Comentários

Blog/Opinião

2017 - todos os direitos reservados.