BAR FC

Alerta ligado: Jorginho precisa recolocar o Bahia nos trilhos

Compartilhar
Douglas Verli

Douglas Verli

Em sua volta como titular, Régis mostrou estar fora de rítimo (Gazeta Press)

Torcedor do Bahia é assim: mesmo nas derrotas e nos jogos que fomos totalmente dominados pelos adversários, a esperança sempre iria morrer nas arquibancadas. O Bahia joga literalmente a responsabilidade para sua torcida e, hoje, a força das arquinancadas não estava ao nosso lado.

Em jogo de torcida única, o Bahia tinha uma missão quase impossível. Sem a sua maior força, o jeito era improvisar. Jorginho mudou completamente o time de Guto Ferreira. Nao é por nada não, mas o quarteto fantástico (Allione, Régis, Zé Rafael e Edigar Junio), que muita gente achava que iria surpreender no campeonato, deixou muito a desejar.

Primeiro que Edigar Junio foi sacado por problemas fisicos; depois, Régis nao rendia o mesmo e eu depositava todas as minhas fichas em Matheus Sales e Renê Júnior para essa partida, pois não poderia confiar mais em Juninho.

A Mendoza foi dada a responsabilidade de “brocar”, já que o tão bom pivô que Edgar Junio fazia não era suficiente. Mas é aquela questão: pra que colocar tanta confianca em jogadores completamente desligados do jogo? Jorginho teve uma semana para trabalhar, estudar o adversário, reposicionar a equipe e ver a melhor formação pra surpreender o Vitória, mas parou na alta marcação dos zagueiros e morreu na praia. Eder até tentou fazer o que lhe foi ordenado, mas precisa de ritmo.

Destaque mesmo foi para Jean, que com inúmeras defesas garantiu o empate sem gols no Manoel Barradas. A próxima rodada nos espera, e teremos o Fluminense pela frente em Salvador. Saimos literalmente no lucro diante do rival, que teve amplo dominio e só não saiu com o triunfo em casa pela horrendas falhas individuais de seus atacantes.

O alerta foi ligado a Jorginho, que não conseguiu ter uma equipe segura em campo. E não adianta falar bem do time quando não faz gol. Essa postura de “jogou melhor, mas pecou na finalização” não sustenta mais a torcida. O Bahia soma apenas 11 pontos e precisa vencer o Fluminense na próxima rodada para nos afastarmos do terror da zona de rebaixamento.

Ah, não me esquecendo, continuo com a esperança de que o time ainda não morreu, de ver o Bahia brigando na parte de cima da tabela. Temos jogadores de qualidade, mas precisamos de uma atitude mais segura de Jorginho e não sua passividade em excesso! Vamos que vamos!

 

#ContraTudoContraTodos

 

BBMP

Douglas Verli, do Nasci para Vencer!

Comentários

2017 - todos os direitos reservados.